Skip to main content

Você sabe o que é pubalgia?

Fisioterapia 0 Comment

pubalgia é um quadro que gera dor na virilha e na região central do osso púbis. Ela é mais frequente em jogadores de futebol, mas também acomete corredores de longa distância e geralmente atrapalha bastante a rotina de treinos e competições.

Podemos pensar no osso púbis como um cabo de guerra. Acima dele se inserem os músculos abdominais e abaixo os músculos adutores do quadril (que fecham o quadril).

pubalgia acontece quando um dos lados do cabo puxa mais forte do que o outro, ou seja, quando um dos grupos musculares se sobrepõe de forma exagerada sobre o outro.

Existe uma articulação chamada sínfise púbica ligando o osso púbis direito e esquerdo, que sofre com os desequilíbrios desse cabo de guerra, e fica inflamada. Em geral os músculos adutores levam a vantagem sobre os abdominais, o que também gera inflamação na inserção dos músculos adutores no púbis.

Pubalgia (Foto: Editoria de Arte / EUATLETA.COM)

O tratamento da pubalgia deve incluir medidas anti-inflamatórias e restauração do equilíbrio muscular da região. Para isso os músculos abdominais devem ser treinados a ficarem contraídos durante toda a prática de qualquer atividade física.

E como já mencionei em outras colunas, uma barriga de tanquinho não necessariamente representa uma boa musculatura abdominal. Mais importante do que a força explosiva é a manutenção de uma pequena contração basal que estabilize o tronco durante todos os movimentos.

Em associação com a questão abdominal, os músculos adutores também podem estar “puxando” o osso púbis com muita força devido a falta de atividade adequada dos músculos extensores do quadril. É um mecanismo compensatório do corpo: quando um músculo não trabalha direito outro músculo tem que fazer o trabalho em dobro.

Aos primeiros sinais de dor, já procure tratamento. A pubalgia tende a ser um quadro complexo se tratado tardiamente e pode diminuir bastante o rendimento do atleta.

* As informações e opiniões emitidas neste texto são de inteira responsabilidade do autor, não correspondendo, necessariamente, ao ponto de vista do Globoesporte.com / EuAtleta.com.

Por Raquel Castanharo

Related Posts

Vida longa aos joelhos

Ninguém está imune aos males nessa articulação. Os traumas ocorrem em homens, mulheres, jovens e...

Vídeo sobre Fascine Plantar e Esporão de Calcanêo

Para quem corre, sabe que estas são duas das lesões mais temidas entre os corredores....

Articulação do joelho

O joelho é uma das maiores e mais complexas articulações do nosso corpo sendo composta...

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Preencha o campo *