Skip to main content

Os benefícios da Batata doce

Artigos, Nutrição 0 Comment

batata-doceSaborosa, versátil, encontrada em cores diferentes, e como se não bastasse, muito nutritiva. Que a batata doce é um dos hidratos de carbono preferidos pra quem pratica actividade física, isso todo mundo já sabe, mas qual será o motivo de tanto sucesso?

Sua grande vantagem é o baixo Índice Glicêmico. Este índice indica a velocidade com que o açúcar (glicose) chega à corrente sanguínea assim que comemos algo, sendo que quanto mais baixo, melhor (excepto em algumas situações especiais).

Alimentos com baixo Índice Glicêmico liberam energia mais lentamente (não causando picos de insulina), o que faz com que o pique para o treino seja mantido por mais tempo.

O oposto ocorre quando são consumidos alimentos de alto Índice Glicêmico, como pães ou doces, que fazem o açúcar entrar depressa no corpo (sangue).

Só que com a mesma velocidade que ele entra, ele também sai, ou seja, bem rápido. Neste caso o rendimento do treino cai e a fome aparece antes da hora.

O Índice Glicêmico da batata-doce é 44, baixo comparando-se com a batata inglesa (129), o arroz branco (87) ou com o pão branco (100). Isto a torna ideal para ser consumida como fonte de hidratos de carbono durante o dia, e principalmente, entre 1 e 2 horas antes de uma sessão de treino.

A batata-doce é rica em betacaroteno (sobretudo a amarela e a roxa), ela sozinha é capaz de suprir as necessidades diárias de vitamina A do corpo.

A vitamina A age como antioxidante é muito importante para manutenção de ossos, tecido epitelial, sistema imunológico e reprodutivo. Possui também grandes quantidades de vitamina C. Uma batata-doce média possui um terço da quantidade desta vitamina que o nosso corpo precisa para um dia todo.

Além disso, é fonte de vitaminas do complexo B e alguns sais minerais, como potássio e fósforo. São mais ricas em ferro e possuem cinco vezes mais cálcio que a batata inglesa. Suas folhas também são bem nutritivas e podem ser preparadas como qualquer outra verdura de folha, podendo ser consumida refogada ou crua.

Mas fique atento! Nada de sair comendo batata doce sem eira nem beira. A inclusão da batata doce na dieta do praticante de actividade física ou atleta, assim como de qualquer outro alimento, depende de vários factores, que só um nutricionista pode avaliar.

Em excesso os hidratos de carbono podem se transformar em gordura, daí a importância do equilíbrio adequado entre os macro-nutrientes.

Fonte: www.midiasport.com.br – Por Gerusa Carvalho

Related Posts

Correr em dias frios

Uma das alegrias de correr é a conexão que a prática do exercício proporciona com...

A relação do corredor com a dor

Ignorar a palavra dor quando corremos é se enganar. Por menor que ela seja, sempre...

A importância da posição do cotovelo

O cotovelo alto na fase da braçada dentro d’água é um dos temas mais falados...

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Preencha o campo *