Skip to main content

Os 10 erros mais frequentes nos 05 e 10 km

Artigos, Corrida 0 Comment

asics-motivacionalAo contrário do que muitos acreditam, treinar para os 5 e 10 km exige uma enorme disciplina, tanto para aqueles que estão a começar, mas também para aqueles que pretendem melhorar os seus tempos nas duas distâncias.

O nosso especialista Belino Coelho, director técnico da Elite Assessoria Desportiva, do Brasil, responsável pelo treino e orientação de mais de 150 atletas, revela neste artigo os 10 erros mais cometidos pelos corredores anónimos, fruto da sua inexperiência. Vamos a eles…

1. Não treinar desenvolvimento de força específica no período básico e a manutenção dessa no período específico, alinhado com o trabalho de força desenvolvido dentro do ginásio. Quanto mais força você tiver, maior será a sua economia de energia durante a corrida (consequentemente, melhor será o seu rendimento).

2. Não realizar treinos voltados para a melhora da velocidade no período correcto.

3. Treinar num volume incompatível com a sua condição física e com a distância que se pretende competir. Quanto maior for o volume de treino, menor será a intensidade (e consequentemente menor será o seu rendimento nas provas curtas).

4. Não realizar treino voltado para a melhoria da técnica de corrida e coordenação neuro-motora. Para as provas de 5 km e 10 km, o trabalho é muito mais intenso do que para as provas longas.

5. Não realizar treinos de alta intensidade com um volume próximo ou igual ao volume da prova. A falta desse treino resultará em menor resistência a acidose metabólica (processo de remoção e produção de acido láctico somado a utilização desse como combustível), será algo ineficiente (além de não desenvolver a capacidade mental para suportar o nível de estresse imposto pelo ritmo mais intenso).

6. Realizar treinos para desenvolvimento de força no mesmo período em que se trabalha a velocidade.

7. Fazer todas as sessões de treino em ritmo intenso, achando que dessa forma conseguirá correr cada vez mais rápido. Grande engano… O seu organismo precisa de tempo para se recuperar e assimilar o estímulo dado.

8. Usar calçado muito alto ou pesado para o seu tipo de peso e altura na competição. Para provas de 5 km e 10 km, o ideal é que o calçado seja leve e baixo, levando em conta, principalmente, o seu peso e altura.

9. Não realizar aquecimento específico para a distância que se pretende correr. O aquecimento para provas de 5 km e 10 km é diferente do aquecimento para uma Meia-maratona ou Maratona.

Aos poucos, é necessário avisar o organismo para o tipo de esforço que irá fazer (de baixa, média ou alta intensidade) para que, aquando da largada, já consiga “correr solto”, sem aquela sensação de peso, que, para muitos atletas, só acontece por volta do 2 km ou 3 km, prejudicando o rendimento na prova.

10. Não correr, desde o início da prova, no ritmo ideal planeado. Fazendo isso, e se você busca desempenho, ele será abaixo da sua expectativa. Em provas de 5 km e 10 km, se você sair muito devagar, é certo que não conseguirá recuperar esse tempo “perdido” nos quilómetros finais, muito em função da fadiga instalada.

Isso geralmente acontece porque o atleta não realizou um aquecimento específico ou simplesmente porque o mesmo tem medo de não aguentar o ritmo e “quebrar” nos quilómetros posteriores. No último caso, é preciso trabalhar a parte mental!

Fonte: www.corredoresanonimos.pt – Por Belino Coelho

Related Posts

Sobrevivendo nas trilhas de bike

Você não precisa ser um profissional para pegar a bike e sair pedalando, mas precisa...

Conheça os benefícios de correr descalço na areia

O uso de ténis para corridas e caminhadas é mais do que indicado por especialistas,...

Aprenda a meditar durante a corrida

A corrida é uma actividade repleta de benefícios. A meditação é igualmente benéfica. E a...

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Preencha o campo *