Skip to main content

O que é Detox?

Artigos, Nutrição 0 Comment

detox_articleDetox é um dos termos mais em evidência atualmente. Contudo, você sabe o que significa isso? “Seu principal objetivo é auxiliar na eliminação de toxinas do nosso organismo, ou seja, fazer uma ‘limpeza interna’, eliminando substâncias estranhas que ficam acumuladas no nosso corpo ao longo do dia”.

De acordo com a especialista, a destoxificação é um processo natural do organismo e que ocorre em todas as células do corpo em especial no fígado e intestino.

“Neste processo, as toxinas sofrem a ação de enzimas que modificam sua estrutura química, fazendo com que elas sejam eliminadas do nosso organismo por meio das fezes e da urina”, diz.

“Uma má alimentação influencia de forma negativa nesse processo”, lembra a especialista. “Uma alimentação equilibrada e rica em alimentos com poder destoxificante ajuda, e muito, na eliminação de toxinas do nosso organismo, já que o processo de destoxificação exige uma serie de nutrientes e compostos bioativos.”

Conheça cinco alimentos com ação detox e seus benefícios para o corpo:

Chá verde

É rico em antocianinas, substâncias que apresentam potente ação antioxidante, ou seja, que atua neutralizando os radicais livres, prevenindo assim o envelhecimento precoce e o surgimento de algumas doenças.

A American Dietetic Association (ADA) recomenda o consumo de 4 a 7 xícaras de chá verde por dia. Entretanto, o ideal é consultar um nutricionista para avaliar nossas necessidades de forma individual.

Além disso, vale ressaltar que é bom evitar seu consumo a noite, pois ele contém cafeína, podendo causar insônia em pessoas mais sensíveis. Também é contraindicado consumir logo após as refeições para não prejudicar a absorção de nutrientes como cálcio e ferro.

Vegetais crucíferos (brócolis, couve flor, repolho, rabanete, couve, entre outros)

São cheios de glicosilatos, que ativam enzimas dedetoxificação do fígado. Eles também são ricos em isotiacianatos e indóis, compostos antioxidantes que ajudam a combater os radicais livres.

Os vegetais crucíferos podem ser incluídos nas principais refeições (almoço e jantar) ou até mesmo em receitas de sucos. Ainda não existe uma quantidade ideal de consumo estabelecida para os vegetais crucíferos.

Cuidados: Quem tem problemas de tireoide deve ficar atento ao consumo destes vegetais crus, principalmente a cru, não devendo consumir todos os dias.

Própolis

É um produto produzido pelas abelhas e possui diversos benefícios à saúde, incluindo ação antioxidante, antibacteriana, antisséptica, anti-inflamatória e antibiótica, além de favorecer o processo de cicatrização e a eliminação de toxinas.

O própolis pode ser encontrado de diferentes formas, seja na forma liquida, spray ou cápsulas. Desta forma, o ideal é seguir a recomendação do fabricante ou a orientação de um médico e/ou nutricionista.

Alcachofra

É rica em vitaminas e minerais, tais como vitaminas do complexo B, vitamina A, fósforo, ferro e cálcio. Além disso, ela contém um tanino, eficiente antidiarreico, e também um composto chamado cinarina, que é excelente como regulador do nosso fígado.

Pode ser consumido cozido, ou incluído em diversas preparações (fundo da alcachofra), e suas folhas também podem ser consumidas na forma de chá. Não existe uma quantidade ideal para o seu consumo.

Limão

É uma fruta cítrica e rica em vitamina C, nutriente com potente ação antioxidante, que auxilia a combater os danos causados pelo excesso de radicais livres no nosso organismo.

Contribui para fortalecer nosso sistema imunológico e ajuda o fígado a eliminar substâncias estranhas do nosso organismo. Pode-se consumir um limão por dia, na forma de limonada (sem açúcar).

Fonte: www.suacorrida.com.br

Related Posts

Natação. Pernas mais fortes

Quase sempre confiamos na braçada a fim de melhorar os nossos tempos, o que pode...

Cuidado nas descidas

Quando um atleta se prepara para participar de uma prova, ele costuma levantar uma série...

Suplementação para corredores

Saiba quais os benefícios dos principais suplementos alimentares e a real necessidade de introduzi-los na...

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Preencha o campo *