Skip to main content

Novos tratamentos para Parkinson

Notícias 0 Comment

Features-CCTUm estudo recente, no qual participou um médico português, identificou alterações neuroquímicas na doença de Parkinson que podem levar à descoberta de novos tratamentos.

A investigação, publicada na revista de neurologia Brain, contou com a participação de Tiago Reis Marques, médico psiquiatra e investigador português no Instituto de Psiquiatria do Kings College, em Londres, e revela que os doentes de Parkinson têm níveis reduzidos de uma importante enzima cerebral, a fosfodiesterase 10A (PDE10A).

“Ainda mais relevante foi verificar que a redução nesta enzima estava associada à gravidade dos sintomas motores, bem como à progressão da doença, com aqueles doentes numa fase mais avançada e com sintomas motores mais graves apresentando uma redução ainda maior desta enzima”, indica o comunicado que divulga o estudo.

Segundo o médico psiquiatra Tiago Reis Marques, “a fosfodiesterase 10A tem a particularidade de se localizar numa região específica do cérebro, os gânglios da base, onde está envolvida na regulação da dopamina, o neurotransmissor implicado em doenças como a doença de Parkinson e a Esquizofrenia”.

Para observar esta enzima, os investigadores recorreram “a uma técnica de Medicina Nuclear, através da qual injetaram nos doentes uma substância radioativa com a capacidade de se ligar especificamente a esta enzima e, assim, a visualizar e quantificar”, lê-se no comunicado.

Os resultados mostraram “uma redução da PDE10A entre 14 a 28 por cento quando comparado com indivíduos saudáveis do mesmo sexo e faixa etária”, o que faz da enzima um potencial alvo para o desenvolvimento de novos medicamentos no tratamento da doença de Parkinson.

O estudo, que teve o apoio da Fundação Michael J. Fox, foi desenvolvido durante dois anos por um consórcio internacional de neurologistas e psiquiatras que se dedicou a estudar a enzima PDE10A em várias doenças psiquiátricas e neurológicas, como a esquizofrenia, a doença de Parkinson e a doença de Huntington.

Fonte: www.inspiresaude.com

Related Posts

Cinco motivos para ter um técnico

Técnico. Ter ou não ter? Eis a questão… Ter  o acompanhamento de um profissional de...

Polónia cria Ciclovia que brilha no escuro

Andar de bicicleta é uma das formas mais ecológicas de viajar ou passear. Em Portugal,...

Ironman 70.3 em Portugal: Triatletas do Mundo invadem Cascais

O próximo dia 30 de Setembro vai ser um dia especial para o triatlo e...

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Preencha o campo *