Skip to main content

Nado crawl: Ganhe eficiência com a cabeça

Artigos, Natação 0 Comment

crawlAo nadar, temos que prestar a atenção na postura do corpo e na sincronia dos movimentos envolvidos na técnica.

Cada detalhe é de extrema importância para um bom desempenho, seja a braçada, a pernada ou até mesmo a posição da cabeça, factor que muitos não dão a devida importância, mas influencia directamente no desempenho no nado crawl.

Isso porque a postura da cabeça interfere directamente na flutuação do corpo e hidrodinâmica do movimento, podendo contribuir para que o nadador deslize mais facilmente sobre a superfície ou crie uma maior área de resistência contra a água.

“É como se o próprio corpo criasse uma barreira contrária à direcção do movimento”, explica Caio Caneda, professor unidade Anália Franco da Cia Athletica (SP) e um dos treinadores da selecção brasileira juvenil de natação, que a seguir dá algumas dicas de como acertar a postura da cabeça no nado crawl.

Mantenha o alinhamento – Basicamente, a cabeça deve estar alinhada com o restante do corpo. Se estiver muito baixa em relação ao tronco, criará maior resistência contra a água no deslocamento. Se estiver muito alta, irá dificultar a manutenção do alinhamento e flutuação do tronco durante o nado, o que também acabará criando um maior arrasto.

Para onde você olha? – O direccionamento do olhar diz muito sobre a posição da cabeça. Se você estiver mirando a borda da piscina, por exemplo, provavelmente sua cabeça estará muito alta. Procure manter o olhar em linha recta para o fundo da piscina, seguindo a faixa da raia.

Respiração lateral – Nessa hora, o ideal é que o alinhamento em relação ao restante do corpo seja alterado o mínimo possível. Para isso, não levante ou tire a cabeça da água para respirar. Mantenha-a na superfície e gire o pescoço lateralmente até que sua boca esteja fora da água o suficiente para aspirar o ar.

Evite excesso de tensão – Na tentativa de manter a cabeça alinhada com o tronco, muita gente acaba tensionando demais o pescoço, o que pode causar dores com a frequência. Por isso procure manter a cabeça na posição correta mas de uma forma relaxada, que seja eficiente e confortável.

Análise do nado – Como você não consegue se ver durante o nado, é importante ter um feedback do seu treinador/professor, que pode inclusive gravar o seu nado para depois lhe mostrar o que há de errado com a postura da sua cabeça. Visualizando o problema, fica mais fácil corrigi-lo.

Treino com snorkel – Este é um educativo muito indicado para trabalhar o alinhamento da cabeça com o corpo durante o nado. Com o auxílio do snorkel, você não precisa se preocupar com a respiração lateral e pode focar na posição correta da cabeça.

Fonte: www.ativo.com – Por  Caio Caneda

Related Posts

Recuperação após uma Maratona

Um dos maiores erros dos maratonistas, depois de meses de treino e 42.195 km de...

Alimenta teus 10 km

Os 10km são uma das distâncias preferidas dos corredores de lazer, são um desafio suficiente...

Evite tonturas nas corridas

Qual atleta já não experimentou a desagradável experiência de ser atingido por uma tontura no...

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Preencha o campo *