Skip to main content

Musculação para ciclistas

Artigos, Ciclismo 0 Comment

biken_sommerAtletas de endurance (ciclismo, triatlo, corrida e similares) estão mais sujeitos a lesões devido ao tempo e vezes que executam sua actividade. Logo, treinos de força longos, de baixa intensidade e isolando grupos musculares, só potencializa esse risco.

Algumas considerações valem ser feitas:

Primeiro – Medo de ficar “grande”/pesado não é fácil!!! Você não é um privilegiado que treina duas vezes na semana e já fica “maior”. Hipertrofia requer uma série de itens, treinos pesados, intensos e alimentação.

Por esse medo, atletas de endurance acabam executando treinos de peso com intensidade muito baixa, longos e de amplitude limitada. Ou seja, além de não ter resultados, só faz aumentar o risco de lesões.

Segundo – Sensação de que a perna fica lenta, pesada, com perda de agilidade. O treino de força deve ser executado em momentos específicos, exactamente porque ficamos mais lentos. Então, o planejamento é primordial.

Terceiro – Trabalhar movimentos específicos da modalidade na sala de musculação. Os movimentos básicos da musculação já cuidam muito bem de toda musculatura. O isolamento só deve ser feito em casos bem específicos, como no fisiculturismo.

Portanto consulte um profissional especializado para que possa periodizar um ciclo de treino adequado as suas necessidades e limites.

Fonte: www.praquempedala.com.br

Related Posts

Musculação para corredores

Em médio prazo, diversos benefícios poderão ser observados, tanto no desempenho, quanto na prevenção de...

05 mentiras sobre a corrida

Mito 1: Correr lesiona os joelhos - Existem estudos que indicam o contrário. Por exemplo,...

Transição no triatlo

A passagem de uma modalidade para a outra durante uma prova de triatlo é comumente...

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Preencha o campo *