Skip to main content

Mas, afinal, o que é o treino Fartlek?

Artigos, Corrida 0 Comment

img_como_fazer_o_treino_fartlek_23114_origFartlek é um método de treino criado pelo treinador sueco Gösta Holmér, no final dos anos 30, na tentativa de superar a supremacia finlandesa nas corridas de longa distância (um dos maiores corredores da história era contemporâneo de Holmér e finlandês, Paavo Nurmi). Ainda mais, as estruturas que ele encontrava para treinar na Suécia não eram lá essas coisas se comparadas com as que a Finlândia possuía.

Ao tempo que Gösta Holmér lançava o Fartlek, os treinos intervalados também começavam a ser introduzidos na Alemanha pelo treinador Dr. Woldemar Gerschler e o cardiologista Dr. Herbert Reindel. Ambos os treinos têm o objectivo de maximizar o condicionamento, a eficiência e o tamanho do coração.

Fartlek é o termo em sueco para “jogo de velocidade”. O método consiste basicamente em alternar a intensidade em uma corrida contínua através de obstáculos, saltos ou mesmo na alteração de ritmo. Combinando, assim, um treino contínuo e de ganho aeróbio com ritmos mais fortes que o esforço para uma corrida longa.

No fartlek, o corredor vai “brincar” com a corrida (a palavra ‘fartlek’ em sueco quer dizer algo como brincadeira), ora correndo em alta intensidade, ora em uma intensidade leve.

Num treino de fartlek, você pode variar o terreno. De facto, os primórdios do método foi para ser utilizado nas trilhas e bosques onde os atletas costumeiramente treinavam.

Geralmente, os treinos tinham 12km, sendo que 5 desses 12 quilômetros eram numa velocidade acima do que eles pretendiam impor nas provas. É preciso lembrar que cada km desses 5 quilômetros era feito de forma alternada até que se completasse a distância dos 12km programada. Isso era repetido de 3 a 5 vezes por semana.

Com o tempo, o método foi ganhando variações e hoje em dia podemos ver uma série delas. Por exemplo, uma pessoa que está iniciando os treinos de corrida e precisa de uma adaptação, invariavelmente, faz Fartlek. Como? A simples alternância entre caminhada e corrida já é um tipo de fartlek. Portanto, você que está iniciando nas corridas e se quiser dar um nome para o seu treino, pode chamá-lo de “fartlek” sem problemas.

O Fartlek também se consolidou em todos os outros desportos que têm a necessidade de estabelecer um ritmo e um certo condicionamento aeróbio.

No ciclismo, para citar um, é amplamente utilizado tanto por amadores quanto pelos atletas de elite como forma de vencer montanhas ou mesmo percursos com dificuldades externas (como vento ou uma topografia variada).

Na natação, o fartlek serve para os mesmos fins. E é muito utilizado nas séries longas (por exemplo: 2.000m contínuos) como forma tanto de variar a intensidade quanto de ganhar uma melhor dinâmica e a distância ser percorrida com mais concentração.

Fonte: www.treinus.com.br – Por Breno Leal

Related Posts

Vídeo sobre Fascine Plantar e Esporão de Calcanêo

Para quem corre, sabe que estas são duas das lesões mais temidas entre os corredores....

09 leis do treino psicológico

Um dos pioneiros em treino de Ultramaratona, Arthur Newton, ele próprio um atleta vencedor nesse...

Esta a correr demais?

As regras para uma corrida saudável que respeita os limites do corpo... e da mente!...

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Preencha o campo *