Skip to main content

Mas, afinal, o que é o treino Fartlek?

Artigos, Corrida 0 Comment

img_como_fazer_o_treino_fartlek_23114_origFartlek é um método de treino criado pelo treinador sueco Gösta Holmér, no final dos anos 30, na tentativa de superar a supremacia finlandesa nas corridas de longa distância (um dos maiores corredores da história era contemporâneo de Holmér e finlandês, Paavo Nurmi). Ainda mais, as estruturas que ele encontrava para treinar na Suécia não eram lá essas coisas se comparadas com as que a Finlândia possuía.

Ao tempo que Gösta Holmér lançava o Fartlek, os treinos intervalados também começavam a ser introduzidos na Alemanha pelo treinador Dr. Woldemar Gerschler e o cardiologista Dr. Herbert Reindel. Ambos os treinos têm o objectivo de maximizar o condicionamento, a eficiência e o tamanho do coração.

Fartlek é o termo em sueco para “jogo de velocidade”. O método consiste basicamente em alternar a intensidade em uma corrida contínua através de obstáculos, saltos ou mesmo na alteração de ritmo. Combinando, assim, um treino contínuo e de ganho aeróbio com ritmos mais fortes que o esforço para uma corrida longa.

No fartlek, o corredor vai “brincar” com a corrida (a palavra ‘fartlek’ em sueco quer dizer algo como brincadeira), ora correndo em alta intensidade, ora em uma intensidade leve.

Num treino de fartlek, você pode variar o terreno. De facto, os primórdios do método foi para ser utilizado nas trilhas e bosques onde os atletas costumeiramente treinavam.

Geralmente, os treinos tinham 12km, sendo que 5 desses 12 quilômetros eram numa velocidade acima do que eles pretendiam impor nas provas. É preciso lembrar que cada km desses 5 quilômetros era feito de forma alternada até que se completasse a distância dos 12km programada. Isso era repetido de 3 a 5 vezes por semana.

Com o tempo, o método foi ganhando variações e hoje em dia podemos ver uma série delas. Por exemplo, uma pessoa que está iniciando os treinos de corrida e precisa de uma adaptação, invariavelmente, faz Fartlek. Como? A simples alternância entre caminhada e corrida já é um tipo de fartlek. Portanto, você que está iniciando nas corridas e se quiser dar um nome para o seu treino, pode chamá-lo de “fartlek” sem problemas.

O Fartlek também se consolidou em todos os outros desportos que têm a necessidade de estabelecer um ritmo e um certo condicionamento aeróbio.

No ciclismo, para citar um, é amplamente utilizado tanto por amadores quanto pelos atletas de elite como forma de vencer montanhas ou mesmo percursos com dificuldades externas (como vento ou uma topografia variada).

Na natação, o fartlek serve para os mesmos fins. E é muito utilizado nas séries longas (por exemplo: 2.000m contínuos) como forma tanto de variar a intensidade quanto de ganhar uma melhor dinâmica e a distância ser percorrida com mais concentração.

Fonte: www.treinus.com.br – Por Breno Leal

Related Posts

Respire melhor

Controlar a respiração e conseguir manter o fôlego até o final do treino ou prova...

Hipertrofia em mulheres

Mesmo quando mulheres e homens obtêm similares ganhos em força, a hipertrofia (aumento muscular) nas...

Respirar correctamente contribui para uma boa corrida

No running, o nosso corpo tem que fornecer constantemente oxigénio aos músculos, para que estes...

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Preencha o campo *