Skip to main content

Cuidado nas descidas

Artigos, Corrida 0 Comment

running-feetQuando um atleta se prepara para participar de uma prova, ele costuma levantar uma série de informações sobre o percurso.

Além da distância e do tipo de piso, por exemplo, existe um dado que todo corredor gosta de saber: o perfil altimétrico.

É nessa hora que todo corredor se apavora com a quantidade de subidas que irá enfrentar. Mas saiba que as descidas também merecem atenção redobrada.

“O principal erro que os atletas cometem quando correm na descida é o aumento da velocidade”.

Isso causa maior impacto das articulações e risco de lesões”. Uma boa base de treino é fundamental para não se machucar na descida.

“Se o atleta não vem correndo de forma regular, a chance de ter uma lesão aumenta”.

Só para complicar um pouquinho mais a vida do corredor, a articulação que mais sofre nos declives é o joelho.

“Essa é a parte mais solicitada nesse tipo de condição, pois o músculo da coxa promove uma contracção que traciona a rótula e o ligamento patelar, e o joelho precisa fazer uma espécie de bloqueio para não dobrar”.

“A sobrecarga nos joelhos pode causar um processo inflamatório e dor no atleta. Além disso, se o corredor já tiver outras lesões na articulação, é possível ter uma lesão no ligamento, e a chance de torção é maior”.

Desça com tranquilidade: Não existem técnicas específicas para trechos em declive, mas é possível minimizar o risco de lesões seguindo três dicas básicas:

Treine regularmente: O atleta cujo organismo está mais acostumado ao esforço tem mais chances de se adaptar melhor aos treinos e provas com trechos de descida. Se você ainda é iniciante, prefira terrenos planos e converse com seu treinador antes de forçar nos aclives e declives.

Alongue-se: Essa é uma recomendação básica de todo tipo de treino, mas nunca é demais reforçar. Caprichar no alongamento da parte posterior dos joelhos e no aquecimento das articulações faz a diferença para ter uma corrida agradável e prazerosa, sem as desagradáveis dores.

Fortaleça a musculatura: A parte interna da coxa e o quadríceps são os grupos musculares mais exigidos nas descidas. Por isso, complemente seu treino de corrida com sessões de musculação, pois são os músculos que protegem ossos e articulações.

Se o atleta seguir as recomendações, além de evitar lesões, pode utilizar os trechos em declive como um aliado durante uma prova dura, por exemplo.

“A corrida em decidas fica mais fácil quando a usamos para recuperação entre uma subida e outra, mas é preciso ter cuidado para não correr de forma descontrolada nesses trechos”.

Related Posts

Cãibras. Saiba como evita-las

A Cãibra pode ser causada por desidratação e até doenças. Saiba como prevenir as contrações musculares...

Tomada a decisão durante a Maratona

Alcançar seus objectivos na maratona requer que muitos factores aconteçam em conjunto no dia da...

O que é treino em circuito?

O treinamento em circuito consiste na integração de diferentes exercícios, feitos em sequência. O grupo...

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Preencha o campo *