Skip to main content

4 treinos intervalados para você ficar mais veloz

Artigos, Ciclismo 0 Comment

??????????????????????Deseja ficar mais veloz? Quer atacar e manter sua posição à frente do pelotão? Quer manter o ritmo forte depois de uma dura subida? Deseja aumentar sua resistência à dor e pedalar um longo trecho sem quebrar? Você precisa realizar treinos intervalados!

Separamos os 4 treinos intervalados mais potentes que existem. Cada um deles irá desenvolver um fundamento específico na sua pedalada, e todos contribuirão para deixa-lo muito mais competitivo.

Atenção:

– Escolha 2 exercícios para a semana.
– Cuidado com o excesso de treinos. Veja dicas para detectar overtraining.
– Sempre mantenha pelo menos 1 dia de descanso entre eles.
– Antes de executá-los aqueça por 15 minutos girando leve numa cadência mais alta, entre 100 e 120 rpm.
– Durante os exercícios utilize uma cadência menor, entre 90 e 110 rpm.
– Faça-os em locais planos ou com pouca inclinação.
– O ideal é utilizar uma bicicleta speed. Se não tiver, faça na BTT (mountain bike).

Eles podem ser executando em estradas de chão, desde que respeitando o limite de inclinação que deve ser plana ou bem pequena. Faça alongamentos depois do treino.

Treinos Intervalados

1 – Ataque com mais potência

Como fazer: 8 sprints de 20 segundos. Descansar 10 segundos de pedalada fácil entre os sprints. Devem ser feitas entre 2 a 4 séries com tempo de descanso de 2 ou 3 minutos entre as séries. Nível de esforço: Máximo (100% da sua frequência cardíaca máxima – FCM).

Nível de esforço: Máximo (100% da sua frequência cardiaca máxima – FCM).

No que vai lhe ajudar: Este treino ajudará você a realizar ataques mais fulminantes, e principalmente reagir aos contra ataques dos adversários.

2 – Descole do Pelotão

Como fazer: 6 intervalos de 2 minutos com 1 minuto de descanso entre eles.

Nível de esforço: Entre 95 a 98% da sua frequência cardiaca máxima – FCM

No que vai lhe ajudar: Este treino irá deixá-lo veloz e resistente para manter um ataque e descolar do pelotão, e principalmente, manter seu giro sem que lhe alcancem novamente.

3 – Pedale com conforto, mesmo que esteja no limite

Como fazer: 5 intervalos de 6 minutos, com 3 minutos de descanso entre eles girando leve. *O segredo é a consistência. Você deverá manter a mesma velocidade e distância percorrida em todos os intervalos. Consegue?

Nível de esforço: 90% da sua frequência cardiaca máxima – FCM.

No que vai lhe ajudar: Este exercício irá impulsionar o seu limiar anaeróbico (que é o ponto onde você consegue pedalar forte sem queimar).

4 – Fique forte, suporte a dor

Como fazer: 6 intervalos de 8 a 10 minutos com 5 minutos de pedalada fácil entre eles.

Nível de esforço: O máximo que conseguir.

No que vai lhe ajudar: Isto aumentará sua tolerância à dor e permitirá que você suporte um rítmo muito intenso por mais tempo, sem descolar do adversário.

Fonte: www.biketribe.com.br

Related Posts

A primeira prova

Corredor de primeira viagem chegou a sua vez de entender tudo que acontece em uma...

Correr ou não resfriado?

Esta é uma dúvida que poucas vezes atinge o corredor de verdade, entusiasta das passadas....

Sobrevivendo nas trilhas de bike

Você não precisa ser um profissional para pegar a bike e sair pedalando, mas precisa...

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Preencha o campo *